terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Netuno na constelação de Peixes e seus efeitos


Poseidon, deus dos mares é Netuno na mitologia romana. O deus é regente do signo de Peixes.
Acabei de ligar para minha amiga pisciana mais querida e felicitá-la pela grande estréia dos últimos 165 anos, a entrada de Netuno em PeixesHoje, às 17:00h o planeta conhecido na mitologia grega pelo nome de Poseidon ingressou no primeiro grau da constelação de sua morada originária e por lá ficará até 2026. Um acontecimento celeste que terá influência sobre todos nós, de forma coletiva e que se manifestará ainda mais intensamente em pessoas com planetas e aspectos importantes neste signo. Netuno é conhecido como o Rei dos Mares, metáfora da inconsciência, lugar onde moram todas as nossas vontades, desejos, impulsos, sonhos, loucuras, onde segundo a psicanálise habita uma porcentagem imensa da nossa psique.

A imagem de um iceberg com cerca de 70% de se tamanho imerso n'água é uma referência imagética perfeita para entendermos o quanto desconhecemos a mente humana e em consequência a nós mesmos. Enquanto grupo, este movimento se manifestará na propagação dos sonhos, do amor romântico, de devaneios, em forma de arte e cultura, principalmente o cinema e a música que devem ganhar um impulso revigorante a partir de agora. Mas todo o princípio planetário tem dois lados, de forma que no reflexo espelho estará a loucura, a fuga da realidade, da responsabilidade com o mundo, com as nossas vidas e a dos outros que dependem de nós, estão as religiões opressoras e dogmáticas que se perdem de sua intenção original libertadora, as drogas lícitas e ilícitas, o psiquismo sofredor e desorientado como um barco sem rumo. Muitos acreditam que a passagem de Netuno por Peixes oferece as possibilidades da espiritualização e da perdição.

Mas de forma mais mundana podemos entendê-la como a capacidade de nos sensibilizarmos com o comum, as coisas simples e essenciais à vida. Sua passagem inspira a compaixão. Ser super humano não significará ser capaz de atos heróicos, mas apenas de sentir e emocionar-se em tempos de individualismo e materialismo exacerbados. Num período cheio de desafios, como o que vamos atravessar este ano, a volta de Netuno para casa deverá confortar as almas se tomarmos consciência de sua força evolutiva. E se em determinados momentos se sentir como se estivesse imerso nas águas de um grande oceano, enxergando o mundo turvo, acalme-se e continue a nadar, com a certeza de que aquele que enxerga melhor que você pode guiá-lo, basta pedir ajuda.
Aline Maccari

Clique no link para assistir ao trailler do filme Ensaio sobre a Cegueira, da obra de José Saramago. Uma possível metáfora para o trânsito de Netuno por Peixes.
*Os posts são publicados diariamente no Blog da Astróloga, na página da Astróloga no Facebook e no Twitter. Se você gostou compartilhe com os amigos sem se esquecer de citar a fonte: Aline Maccari.

Nenhum comentário :

Postar um comentário