quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Matando mosquito com bazuca

Olá a todos! E bom dia se forem capazes de vivê-lo. Uau! Que drama! Sim, praticamente um drama almodovariano. Quando a rainha dos humores, a Lua encontra-se no melancólico, feminino e histérico signo de Câncer de mãos dadas com Marte, o planeta da guerra e juntos nessa missão formam quadratura tensa com Saturno, a vontade é de quebrar toda a louça da casa na cabeça de alguém. Na cabeça de quem? Quando o ímpeto de realização das tarefas do dia se mistura à emoção lunar, o dia fica à flor da pele, nervosíssimo, agitado, impaciente, mostrando emoções ásperas e uma língua ferina. E quando pressiona Saturno ou Chronos, o Senhor do Tempo, nos parece que ele não passa e que toda as nossas empreitadas para que algo realmente aconteça dão em absolutamente nada. Toda essa sensação de andar sem sair do lugar estará presente no ambiente familiar, característico da Lua em Câncer e também entre as mulheres com seus homens sem ação. Hoje não seria mal usar a palavra covardia, ainda que seja demasiado pesada. Nos relacionamentos amorosos o dia reserva rusgas e trocas ásperas. Elas vão querer algum tipo de atitude deles, mas hoje eles estarão de mãos atadas. E quando elas estiverem à beira de um ataque de nervos será importante lembrá-los de que não se apavorem que a forma correta de fazer as coisas será de mansinho, com jeitinho, seriedade, paciência e responsabilidade. No mais é contar até três!
Aline Maccari

Trailer do filme Mulheres à Beira de um Ataque de Nervos de Pedro Almodovar.
Se você gostou deste texto compartilhe com os amigos sem se esquecer de citar a fonte: Aline Maccari

Um comentário :

  1. porque não li antes já quebrei tudo hehe
    adorei o blog
    =)

    ResponderExcluir