quinta-feira, 14 de março de 2013

Marte: o deus da guerra

Na Grécia antiga ele recebia o nome de Ares. Quando tomado pelos romanos se transformou em Marte conhecido como o senhor da guerra. Uma das melhores formas de se entender astrologia é traçando todo o tipo de analogias para explicar as características de  um arquétipo. E trazendo informações sobre ele, destrinchando seu simbolismo, é mais fácil entendê-lo. Assim, Marte também pode ser acidente, luta, esporte, raiva, desejo, competição, arma, obscenidade, dor, incêndio, violência, pressa, confiança, audácia, vitória, paixão, sexo e ação. Muitos arianos que são regidos por esse planeta ou pessoas com um Marte muito proeminente no mapa astral natal podem se transformar em atletas, assassinos, açougueiros, barbeiros, soldados, dentistas ou militares. Marte não é importante apenas para os arianos ou os escorpianos (Marte era o regente antigo deste signo), mas na vida de todos nós. Por que é ele quem delimita a própria individualidade, fazendo com que não nos misturemos com "o outro" e preservemos nossa personalidade, nossa integridade. Uma função importantíssima para o desenvolvimento de um EGO bem definido e estruturado, até que enfim, em algum momento da vida, situações nos forcem a destrinchar esse ego em nome de um ser mais integrado consigo e com o meio, menos auto centrado, caso seja necessária essa "desconstrução", em busca da nossa essência real, o Self.
Até lá Marte tem uma função importantíssima, afinal ele é a própria sobrevivência. Sem Marte não há vida e por isso é ele também quem representa o sexo, mas não em forma de sentimento e sim em expressão física. "Me diga onde está seu Marte e lhe direi como és entre quatro paredes." Quem possui Marte no seu mapa astral natal em signos de TERRA demonstra seu desejo de forma muito física e vai à "guerra" diária da vida com persistência, paciência e fertilidade, como o próprio elemento explica. Marte natal em signos de ÁGUA demonstra uma forma passiva de abordar os fatos da vida, como o trabalho ou os relacionamentos amorosos, muito mais esperando que os fatos se adaptem de forma confortável que entrando em embate com eles. A preguiça e a inação também podem estar presentes nessa configuração. Marte em signos de AR pode ser falante, curioso e criativo no trabalho ou na cama. Levado ao extremo pode até de alguma forma sublimar sua libido e transferir toda a energia para as ideias, se tornando artista ou mesmo um sujeito altruísta e igualitário. Em FOGO, sua morada natural, Marte se expressa com brilho, encantamento, vigor, virilidade e paixão mas também de forma agressiva e violenta. Tudo depende da forma como Marte se apresenta no mapa natal, levando em consideração as alianças que faz, se em conjunção, oposição, trígono, sextil ou quadratura com planetas "maléficos" ou "benéficos". 
Com a entrada do planeta Marte no signo de Áries, o deus da guerra retoma seu fôlego para passear novamente por todas a roda zodiacal, contemplando novamente cada um dos 12 signos. Um período que levará 687 dias. Em Áries ele nos desafia novamente, trazendo cenas de violência pelo mundo, mas também o impulso de ação,  acontecimentos, notícias, novidades, decisões importantes pelas quais esperávamos, por exemplo. Independentemente de onde tenhamos Marte em nossa carta natal, podemos usar sua influência externa de Marte em Áries em benefício próprio. Aproveitemos o momento para catapultar oportunidades em proveito próprio, evitando diálogos ásperos, infantis e até vaidosos. A ação nos chama!
Aline Maccari


*Os posts são publicados diariamente no site da Astróloga, no Facebook e no Instagram. Se você gostou compartilhe sem se esquecer de preservar fotos e vídeos propositalmente relacionados ao conteúdo, além de citar a fonte: A Astróloga.com.br

Nenhum comentário :

Postar um comentário