terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Saturno em Sagitário: tudo o que é demais passa

Saturno, o deus da restrição fica em Sagitário, signo de expansão entre 23 de dezembro de 2014 e 20 de dezembro de 2017. Serão anos de aprendizado aos nativos deste signo que adora ser o dono da verdade.
Carla é uma sagitariana de horizontes amplos, como a maioria dos nativos deste signo. É advogada em Brasília e adora viajar e se divertir. Durante a infância viveu na África do Sul e na Argentina, de forma que aprendeu a falar inglês e espanhol de forma muito natural. Atualmente ela está no Canadá trabalhando numa ONG. Seus planos iam, como de costume para o alto e avante, até que Saturno entrou no signo de Sagitário.
No Canadá, se deparou com uma série de adversidades, limitações e dificuldades. O chefe se tornou uma pedra no sapato, o trabalho não fluiu como ela esperava, o frio tem lhe congelado os ossos, entre os colegas não há muita solidariedade e a vontade de voltar para o Brasil tem sido cada vez maior. Quando nos falamos por Skype noutro dia, ela se queixou, como se nunca tivesse passado por uma fase tão desafiadora.

A experiência que Carla atravessa pode não ser muito diferente daquelas que tantos outros nativos do signo de Sagitário ou pessoas com aspectos importantes neste signo, estão enfrentando. Saturno, o deus castrador, das limitações, regras e disciplina entrou no terceiro signo de fogo em 23 de dezembro de 2014. Em 2015 Saturno voltou ao signo anterior, Escorpião e por lá ficou entre 14 de junho e 17 de setembro. De volta a Sagitário ele ficará até 20 de dezembro de 2017. 
Saturno devorando o filho. Representação do pintor barroco Peter Paul Rubens, de 1636.  Na mitologia grega Saturno devora os filhos. E é essa a sensação de quem passa pelos ciclos desafiadores do "senhor do tempo".

Em Escorpião, Saturno nos fez enfrentar nossos medos, desafios profundos e sombras. Quem achava que não tinha problemas, descobriu um mundo deles naquela época. Pois estavam todos muito bem guardados no reino de Hades, nossos submundos (típicos de Escorpião). Saturno desenterrou um tanto de cadáveres, nos obrigou a resolver histórias antigas e nos deixou bem mais valentes e realistas com relação à vida. A impressão que se tem é que quem fez seu trabalho em Escorpião talvez agora pudesse ampliar seus horizontes. Mas, que nada! Saturno sai de uma lição e nos coloca noutra. Mal aprendemos suas regras e antes mesmo de usufruirmos dos novos aprendizados já estamos diante de mais desafios.

Agora é a vez de Sagitário, signo de crescimento, expansão, amplitude, fé e otimismo. E quando nas mãos de Saturno, diante deste "pai carrancudo", ele sente que suas asas diminuem de tamanho. Crescer nas mãos de Saturno (também conhecido como Chronos, o senhor do tempo) é deixar crescer somente ideias, planos, sentimentos, crenças e atitudes que tiverem raízes profundas, sedimentadas, bases sólidas, como as de uma velha árvore. Somente essas vingarão! Será preciso esforço para crescer. Por algum tempo nada será tão fácil quanto antes.

Sagitário é um signo de entusiamo, planos mirabolantes, mas qual desses sonhos irá se realizar de fato? Eis uma pergunta de Saturno que retribuirá apenas à medida em que nos comprometemos e  nos esforçamos. De qualquer forma, em Sagitário, a passagem de Saturno será muito mais leve que por Escorpião. Pois sendo um a expansão e outro a repressão, o resultado é um somatório de forças antagônicas que de alguma forma enfraquece a ambas.
Neste período muitas pessoas podem se sentir muito perdidas e sem recursos físicos, emocionais ou financeiros para dar conta do que precisa ser feito. Importante é colocar os pés no chão e agir com boa dose de realidade.

Nessa nova fase Saturno exigirá voos mais seguros, menos espetaculosos, trabalho duro, qualificação, competência e compromisso.  Esse "pai severo" também cobrará responsabilidade e comprometimento. Ética também é uma de suas cobranças. O que pode ser muitíssimo positivo para tempos de pandemia de corrupção pelo mundo. Só assim Sagitário poderá ver suas longas asas batendo novamente quando se qualificar, estudar e aprender o que pode ser útil, sem perdas de tempo. Cursos, viagens, aprendizado de línguas, filosofias, religiões, ainda são ambições que fazem parte do repertório arquetípico de Sagitário, no entanto só vingarão se tiverem compromisso com algo maior, superior, moral e verdadeiro. Uma boa pergunta a fazer para si mesmo é: "Eu estou enganando quem?"

Saturno pedirá aos religiosos e buscadores de um modo geral, mais autenticidade, conexão, verdade e fé. A procura poderá ser incansável neste período. E no encontro com esse "novo sagrado", poderemos nos deparar com fanáticos, extremistas, figuras autoritárias e muito, muito perdidas, falando bobagens com toda a convicção. Basta olharmos ao redor para vermos o crescimento dos radicais islâmicos, o exército evangélico pela paz, o besteirol das seitas Nova Era em pseudo conexão com uma luz suprema que não existe (e que só eles têm, com exclusividade), as perseguições às minorias religiosas (os maronitas, os coptas, os umbandistas, os espíritas...), os charlatães que flertam com as medicinas e trabalhos de cura, e tantas atrocidades cometidas em nome de uma moral sombria, muito mais identificada com o poder que com o amor. Em quadratura com Netuno, talvez Saturno nos faça experienciar o ápice das ilusões e das desilusões.  
Sagitário se gaba por ser aquele que detém o conhecimento, geralmente o pai da razão.
No entanto, ele precisa entender que as outras pessoas também têm suas razões.

Saturno em Sagitário poderá ser muitíssimo positivo para o mundo em tempos de crise. Ele pode conseguir por um fim aos intocáveis na religião, na política e no direito. E se não conseguir colocar um fim, pelo menos os coloca na cadeia. Poderão ser dias de delírio de poder, seguidos de doses cruéis de realidade. Esses poderão ser tempos de PUNIÇÃO. Em nível coletivo, Saturno em Sagitário levanta um debate muito importante sobre o que nossos representantes políticos fazem por nós e o que deixamos que fazemos conosco; sobre nossa responsabilidade com o país, o mundo, e a forma como fomos permissivos, dando lugar à impunidade.

O lado positivo deste ciclo que acaba somente em dezembro de 2017, poderá ser visto no crescimento dos estudos da história, filosofia, literatura e até mesmo no aprimoramento das leis do direito. O final do ciclo de Saturno em Sagitário poderá nos presentear ainda com grande erudição.
Aline Maccari
https://www.youtube.com/watch?v=hu_uwoMWMfU
Fanáticos e viajantes profissionais estão no grupo dos sagitarianos que não conhecem limites. Mas, com Saturno a coisa pode mudar de figura. A piada no vídeo do Porta dos Fundos ilustra e diverte apenas. Se alguém se ofender com os palavrões, bem.... por favor reclamem com o Porchat que pelo o que pesquisei tem três planetas em Sagitário. 
 *Os posts são publicados diariamente no site da Astróloga e no Facebook. Se você gostou compartilhe sem se esquecer de preservar fotos e vídeos propositalmente relacionados ao conteúdo, além de citar a fonte: A Astróloga.com.br

Nenhum comentário :

Postar um comentário