segunda-feira, 20 de julho de 2015

Sol em Leão

O Sol entra no signo de Leão no dia 23 de julho e fica até 23 de agosto.  Neste mês podemos ficar mais ensimesmados, mais preocupados com as próprias questões pessoais. É que Leão, o segundo signo de fogo, é o símbolo do próprio Ego, de nossas vontades e desejos. Corajoso, leal e vaidoso ele é o rei da floresta e do zodíaco. Pessoas e situações giram ao redor dele, como se o Sol tivesse acabado de chegar.
Leão é um símbolo de poder nas mais variadas culturas, em diferentes tempos. No Egito antigo, exatamente nesta época, em pleno verão no Hemisfério Norte, eles deixavam o deserto e voltavam às margens do Nilo para se refrescar, deixando mechas de sua linda juba dourada pelo caminho, provocando encantamento a quem quer que os visse desfilando. O Leão para os egípcios está presente tanto na estátua da deusa Sekhemet, que pode ter sido o arquétipo original do mito, quanto na Esfinge, que para os esotéricos representa os quatro signos fixos que fazem o mundo caminhar para frente: Leão, Aquário, Escorpião e Touro. Na Etiópia os descendentes do Rei Salomão e a Rainha de Sabá, à partir de Davi eram chamados de Reis de Judá, os filhotes de Leão.
Essa sou eu conhecendo de perto esse lindo bicho que guarda alguns dos mistérios do mundo, a Esfinge. Na alquimia, como metáfora junguiana para a evolução espiritual, Leão é o ouro, meta final da transformação do chumbo em matéria pura, nobre e incorruptível.
E como descendente desta, que foi uma das 12 tribos de Israel, a tribo de Judá, Jesus Cristo, além de Cordeiro de Deus também foi chamado de Leão de Judá, o digno de louvor, respeito e adoração. Na Roma antiga os cristãos eram atirados a essas feras, como símbolo do poder do estado aniquilando seus inimigos. Essas são algumas histórias e imagens antigas que nos remetem às mais divinas e humanas representações do uso do poder e da força de Leão que é o signo mais vigoroso do zodíaco.
Sekhmet pode ter sido o arquétipo original do signo de Leão. A imagem da
deusa egípcia é uma mistura do animal com a mulher, uma referência
ao final do ciclo de Leão que se encontra com o signo de Virgem.
Regido pelo astro rei, o Sol, Leão está para os demais signos assim como o Sol está para o sistema solar. Ambos são o centro, a força, a luz, a inspiração, o exemplo, a fonte da vida para os demais. Na imagem de reis e rainhas, príncipes e princesas, Leão ficou conhecido como aquele que tendo a bravura de domar as feras, interiores e exteriores, e a consciência do social, cuida da tribo e perpetua a espécie, como uma herança boa que se propaga. Eis a origem da relação do signo com a coragem, a liderança e a audácia. Representando a sabedoria, a inteligência e portanto as autoridades, os líderes, os homens de poder, eles são os que ocupam cargos públicos e representam a sociedade. Ou pelo menos deveriam ser assim. Já faz tempo que escolhemos nossos representantes por motivos equivocados. O brilho de um líder deveria nascer de seu coração, seu talento para ser "o que guia" e não de seu bolso, muito menos de seu caixa dois. No passado, entre alguns deles encontramos Napoleão Bonaparte, que tinha Leão no próprio nome, além de Sol e Mercúrio no segundo signo de fogo.
Símbolo da vaidade, ele raramente sente inveja.
Geralmente é o contrário, sentem inveja dele. Uau! Ele é o cara!
Como símbolo do masculino, do viril e da força criadora são também símbolos dos filhos por vir, da relação com o pai amado, protetor ou mesmo de todos os nossos projetos mais queridos, aqueles identificados com a nossa melhor expressão criativa, o amor.  Leão é o que tem a consciência de si. Enquanto ele é o Ego pessoal, o que percebe o mundo à partir de si como referencial, Aquário é o Ego coletivo, o que percebe o mundo à partir de uma ampla consciência. Ao mundo, ele pode se apresentar de uma forma dramática, carregada de emoção, firme ou arrogante. Os leoninos raramente se portam como "canibais invejosos", pois simplesmente não precisam do que os outros têm, afinal eles já nasceram com as ferramentes necessárias. No entanto, exigem aplausos e lealdade plena. Enquanto os demais se preocupam com contas e dinheiro, ele se preocupa com a glória, querem escrever seu nome na história como um dia um rei o fez. Leoninos com mapas harmoniosos encontram caminhos abertos e grandes possibilidades na vida. E mesmo que os desafios sejam grandes perseverança não lhes falta. Esses são gentis, generosos, simpáticos, magnéticos, protetores, decididos, muito vivos, criativos, admiráveis.

No entanto, leoninos com mapas com aspectos tensos ou cheios de água ou mágoa (a má água), símbolo de emoção e às vezes fragilidade e até covardia, podem se identificar com o lado mais sombrio do signo e se tornarem pessoas que adoram ostentar, gastar o que não possuem, tornando-se teimosos, exibicionistas, orgulhosos, arrogantes, tiranos, déspotas e até megalomaníacos. Às vezes, quem escuta sobre os planos de um leonino não consegue muito bem distinguir o que é um projeto real de um surto de grandeza. Leão é o EU CRIO, Aquário é o EU SEI. Quando esse eixo trabalha junto, tanto na vida do leonino, quanto na vida do aquariano, pode promover grandes feitos, para a vida do sujeito e para os demais ao redor, em sociedade.
Parece ou não parece Vladmir Putin a brincar com a fera? 
Outra contradição na vida de um leonino pode ser a timidez, o que é um contrassenso. Um Leão sem brilho e sem brio pode ser um problema para o nativo ou para quem está ao seu redor. Afinal, esse Sol precisa brilhar! Aulas de expressão artística podem ser a melhor saída. Mas é quando ele ganha palco que se encontra no lugar ideal. Um leonino que não use sua força criadora para expressar o melhor de si pode projetar nos filhos o desejo de crias perfeitas para o mundo, vivendo por meio das crianças seus desejos de sucesso mais reprimidos. O que pode acabar produzindo jovens estressados, desconectados e até desajustados.
Leão é símbolo da eterna juventude, da família, da diversão, da brincadeira, dos filhos como regente da casa 5.
O último ano desses leões não poderia ter sido melhor. Júpiter, planeta de sorte, sucesso e expansão passou pelo signo e no dia 11 de agosto ingressa Virgem. Esta fase certamente foi de grandes oportunidades, possibilidades de crescimento e vitórias. Lhes resta agradecer pelos ano bom que tiveram e tirar umas pequenas férias para não sobrecarregarem principalmente o coração, seu órgão mais frágil. Num futuro breve será tempo para novas semeaduras. Feliz ano novo!
Aline Maccari


https://www.youtube.com/watch?v=A1WDI3vmbVI
*Os posts são publicados diariamente no site da Astróloga, no Facebook e no Instagram. Se você gostou compartilhe sem se esquecer de preservar fotos e vídeos propositalmente relacionados ao conteúdo, além de citar a fonte: A Astróloga.com.br

Nenhum comentário :

Postar um comentário